segunda-feira, 5 de julho de 2010

A ÚLTIMA PALAVRA

A última palavra – Carlos Eduardo Leal
176 páginas - Editora – Rocco
Gênero - Romance

Por que leu este livro?
Costumo ir a livraria e ficar observando, folheando e lendo alguns livros até que compro um. Este livro foi assim. O encontrei ou ele me encontrou, ainda não sei. Não conhecia o autor. Gostei do título, da síntese e do que comecei a ler. Provei a fundo, com deleite, suas páginas.

O livro é sobre....
O livro é sobre cartas mandadas por um casal de escritores que acabou de se separar. Depois de um relacionamento que os despedaçou tentam escrever palavras em busca da última que por fim talvez dê sentido a essa relação sem sentido que tiveram.

A busca dessa última palavra vira então condição para o desmanche do outro dentro de si. Por meio das cartas os personagens vão revelando suas fraquezas, seus erros, seus acertos, tudo aquilo que fez com que aquele relacionamento os tornassem um pouco vítimas e um pouco vilões. A raiva dele e a mágoa dela brigam em suas cartaz na tentativa de explicações terminadas por perguntas sem respostas exatas. Por meio da separação revelam-se mentiras antes veladas que giram a roda do jogo e trazem a essa história uma dinâmica sem fim. Até a ultima palavra proferida por eles vamos entrando nesse mundo obscuro da relação amorosa que eles criaram pra si mesmos.

O que achou mais interessante?
Pelo formato de carta acredito que a escrita seja mais intimista. Os sentimentos são desvelados. Todas as cartas carregam uma sinceridade na palavras e sentimentos. É jogo aberto mesmo. A narrativa nos prende dessa forma, porque não tem como não se identificar em casos relatados ali de seus cotidianos. Dos momentos que erraram, pecaram no exagero ou na falta, fingiram, mentiram.

Pontos fracos?
Algumas cartas repetitivas, mas não sei se chega a ser um ponto fraco, pois somos repetitivos e as queixas maiores sempre reapareciam nas cartas mais de uma vez.

Para quem indica?
Para aqueles que já tiveram relacionamentos bons que de alguma forma machucavam e terminaram. Para aqueles que amaram e deixaram de amar. Para os exagerados. Para os que fazem pouco pelo amor. Para os que amam. Para os que tem dificuldade de amar. Para os que vivem.

Nota?
9. 
 
 
 
Pequena Poetiza

6 comentários:

Pedrita disse...

fiquei curiosa. beijos, pedrita

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Eu gostei muito da idéia do livro, Gostei desta questão de através das cartas deles pensar no que NÓS fazemos de errado diarimente em nossa relação.

A parte deles serem repetitivos me conquistou mais ainda, porque realmente somos repetitivos, caindo sempre no mesmo erro. Demorando a mudar.

Com certeza está na minha lista.

Beijos

Anita disse...

Lembrei daquele filme "Prova de fogo" onde um casal se vê numa situação bastante parecida.

calma que estou com pressa disse...

oi mninas- nossa demorei- o encontro em BH vai ser dia 14/08 - vou mandar email para vocês

bjs

Mi Satake disse...

Nossa, gostei. Fiquei curiosa tb!
E mais uma vez meninas do blog, parabéns pq as ideias de leitura por aqui são muito legais, importatnes pra gente ter um incentivo a mais, no meio dessa correria louca da vida.
O clima aqui tb é otimo!

bjsssss

Georgia disse...

Esse livro deu o que falar para os lados aqui da Europa, rs.

Valeu!

Bjao

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...