segunda-feira, 17 de novembro de 2008

O QUINZE - O HOMEM DO MÊS

NA FOGUEIRA – Memórias - Joel Silveira
654 páginas - Editora MAUAD
Gênero - Memórias

Por que resolveu ler este livro?
O livro não é recente, mas para quem gosta do gênero o tema será sempre atual. Resolvi ler porque é um livro de memórias, quase uma autobiografia, lembranças de personalidades, locais e fatos muitos dos quais fui contemporâneo ou quase. Acho fascinante vir a conhecer, tempos depois, detalhes e motivos de acontecimentos por meio de quem os testemunhou ou foi protagonista.

O livro é sobre...
É sobre a vida de Joel Silveira, o premiadíssimo jornalista sergipano que veio para o Rio de Janeiro em 1937, ano em que se criava no Brasil o Estado Novo, consolidando a ditadura Vargas que perduraria de 1930 a 1945.
Silveira, que desde a sua juventude em Sergipe já era convicto e ativo anti-getulista, relata suas experiências pessoais no Rio de Janeiro, então Capital da República. Além de ter sido eficiente correspondente de guerra, portanto bem próximo das grandes transformações políticas, sociais e culturais acontecidas no Brasil e no mundo.

O que achou mais interessante?
Eu nasci no Triângulo Mineiro, Minas Gerais, mas moro no Rio de Janeiro há mais de 50 anos. Tenho por esta cidade um carinho imenso, por isso foi emocionante “fazer companhia” a Joel Silveira nas suas andanças pelas antigas redações de jornais e revistas do Rio das décadas de 40, 50 e seguintes.

É interessante vê-lo falar do que conheço, como ruas, prédios, bairros, bondes, ônibus, cinemas, personalidades. Achei tudo interessante, incluindo o seu estilo como narra suas peripécias, amores e paixões que lhe exigiram muita coragem e sensibilidade.

Pontos fracos?
Não vi pontos fracos. Existem trechos que interessaram mais a mim do que a outros leitores, e vice-versa, mas o livro é perfeito em minha opinião.

Para quem indica?
Indico para leitores de todas as idades que gostem do gênero memórias.

De um a dez, qual nota você dá?
Dez.

Adelino - http://www.maisoumenosnostalgia.blogspot.com/

Tabém leu este livro??? COMENTE, PARTICIPE!

Quer falar sobre algum livro que acabou de ler? Veja na barra lateral direita como participar!

14 comentários:

Georgia disse...

Hey Adelino, prazer em te ver ao vivo e a cores!!!

Eu nao conheco o livro mas tomei algumas informacoes do escritor.


É reconhecido por ser um dos precursores do jornalismo internacional e do jornalismo literário no Brasil. Ganhou de Assis Chateaubriand o apelido de “a víbora” por seu estilo ferino e impactante.

O livro uma autobiografia muito bem escrita é o que diz a crítica.

Alguém mais leu ou conhece o livro?

Abracos Adelino e obrigada.

Aninha Pontes disse...

Como sempre o Adelino consegue fazer com que nos interessemos por fatos e histórias que ele conhece, tamanho é seu poder de descrição.
Não conheço, o livro, mas o Adelino foi dez em sua descrição.
Parabéns.

PS: E esta cara nova do Adelino, foi legal de ver né Geórgia.
Um beijo aos dois

Celia Rodrigues disse...

Adelino! Prazer em vê-lo, assim como disseram as nossas amigas. Devo confessar que te imaginava diferente. Não sei exatamente como, só diferente.
Parece-me um livro interessante, também gosto de ler sobre memórias. Talvez um dia eu registre as minhas próprias, quem sabe...
Abraço!

Pedrita disse...

adelino, que bárbaro, nunca tinha ouvido falar, mas eu me interesso muito por biografias de personalidades brasileiras. temos tão poucas. um autor que gosto muito que fala muito de minas gerais é o pedro nava. eu até hoje só li uma obra dele mas é maravilhoso. adorei sua resenha. obrigada, pedrita

Sergio disse...

olá!

Parece interessante. E eu como sou muito ligado ao passado vou viajar na narativa do Rio antigo. Vai pra minha lista, que ja tem 17 livros..rs

beijo e abraço

Adelino disse...

Georgia, os meus agradecimentos a vocês pela grande honra estão também lá no meu Nostalgia. O livro, como acho que já disse, não é recente, mas sempre atual.
Abraços. Feliz semana.
PS - Se me permite, lá vai uma sugestão: por que não o "eles" quinzenalmente?
Abs

Georgia disse...

Adelino, vê se eu entendi direitinho o que você sugeriu. Ao invés de ser chamados de " O Quinze" ou " O homem do mês", você sugere que se seja chamado:

" O que eles estao lendo". Acho que foi isso o que você quis nos sugerir, nao?

Anotado.

Flávia, você leu a sugestao? Está bem assim? Achei a idéia ótima do Adelino. Nada de homem do mês, mas " O que eles estao lendo."

Valeu Adelino, obrigada

Adelino disse...

Georgia, seriam dois os convidados, um postado no dia 15 e o outro no último dia de cada mês. Quanto ao nome das postagens: "O que ele está lendo", tanto para o convidado do dia 15 como para o do último dia do mês. É apenas uma sugestão, claro...
Um abraço.

Georgia disse...

Adelino, quanto ao novo título, vamos encaixá-lo a partir do novo ano. Mas duas vezes vocês por aqui nao dá. Os homens infelizmente nao sei se lêem pouco, mas nós ficamos meses esperando os questionários de vocês e ainda precisamos insistir.
Infelizmente é assim...Para que nao possamos ficar com falta de material, entao decidimos ao menos uma vez no mês. Mas obrigada pela sugestao e se tiver mais manda.

Um grande abraco

Adelino disse...

Georgia, "de vocês, VÍRGULA"... Eu aceitei e respondi ao questionário, com muita honra...rrss. E ainda tive a "subida coragem" de mandar uma foto "atualizada", "muderna"...
Não acho que nós homens lemos menos do que vocês ou muito pouco. É que lemos tanto que na hora ficamos na dúvida sobre qual livro indicar...
Faça o seguinte: convide 2,3 ou 4 de uma vez só. Se alguém faltar, passe aos próximos.
Desculpe-me pelos palpites que estou dando no blog de vocês.
Um abraço, feliz final de semana. E um feliz feriado se aí também tivesse tantos quanto aqui.

Georgia Aegerter disse...

Adelino, kakakakkaka, eu sabia que vc ia se incomodar com o "vocês".

Só para vc vê estou esperando o questionário de 4 para comecar janeiro, os convites foram feitos final de setembro com comeco de outubro. Sentiu???

Mas os homens sao assim mesmo, voces esquecem ou vc acha que com meu esposo é diferente? É nada, tudo igual. POr isso, temos sempre 3 ou 4 engatilhado, kakakakkaka.

Estou gostando do nosso papo por aqui.

Abracos

Cristiane disse...

Grande Adelino! Georgia, um grato presente vê-lo por aqui. Adelino é um amigo muito querido, pessoa doce, inteligente, o admiro muito!

Uma boa dica.
Vocês fazem um bom trabalho aqui nesse blog.

Beijo carinhoso e parabéns a todos vocês!

Vivien Morgato : disse...

Adelino, bacana sua dica, vai paa minha lista de compras! beijos.

Vivi Bastos disse...

Uma boa pedida!!!

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...