segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Alta Fidelidade de Nick Hornby

 É um livro delicioso de se ler.
O cara da estória vive resumindo seus momentos em 5 Lives.
As 5 melhores músicas da sua vida,, as 5 melhores pecas de teatro que assistiu e dai ele percebe que levou o fora de 5 mulheres em sua vida e resolve ir atrás delas para saber onde foi a falha dele.
Ele chega a conclusao que: foi muito bom no passado. É o presente que ele não consegue  entender.
A mulher que vi pela janela do táxi me inspirou e me consolou, momentaneamente: talvez eu ainda não esteja velho demais para provocar uma viagem de uma parte de Londres a outra, e se algum dia eu tiver um outro encontro marcado, e combine esse encontro para, digamos, Islington, e ela tiver vindo lá de Stoke Newington, o que é uma viagem de cinco a seis quilômetros, irei agradecer-lhe do fundo desse meu desgraçado coração trintao.
 
E quando vejo uma mulher sozinha, sábado-à-noite-elegante, indo encontrar alguém em algum lugar, amigos, ou um amante. E quando estava morando com Laura, eu sentia falta de…do quê? Talvez sentisse falta de alguém pegando um ônibus ou o metrô ou táxi, fazendo um esforço, para ir me encontrar, talvez com uma roupa um pouco melhor, talvez com um pouco mais de maquiagem do que o normal, talvez até um pouco nervosa; quando eu era mais jovem, saber que era responsável por algo assim, até mesmo a viagem de ônibus, fazia com que me sentisse pateticamente grato. Quando você está com alguém fixo, você não tem isso: 

O livro é genial gente, podem ler.

2 comentários:

Roseli disse...

Sou fã desse escritor. Adoro suas histórias e a maneira dele narrar todas elas.
Bjs

Marcia Caetano disse...

A única coisa que eu conheci de Nick Hornby me tocou profundamente: foi o roteiro do filme "An Education", baseado em livro autobiográfico de Lynn Barber, e eu AMEI. Fiquei, portanto, com muita vontade de ler esse livro. Obrigada pela dica!

Marcia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...