sexta-feira, 30 de julho de 2010

MACHADO DE ASSIS

Machado de Assis Afro-descendente: escritos de um caramujo - Eduardo de Assis Bueno
294 páginas - Editora Pallas/Crisalidas


Por que leu este livro?
Estava iniciando um trabalho sobre História e Cultura Afro-brasileira e "descobri" ou "redescobri" inúmeros autores afro-brasileiros, entre eles Machado de Assis, um autor embranquecido e acusado de ser aburguesado e de nunca ter se engajado em lutas contra a escravidão e outras coisas mais, estranhei ver essa critica a Machado, uma vez que em seus textos sua ironia a mim sempre pareceram incidir sobre a burguesia brasileira e sua hipocrisia em relação as questões raciais, no meio da pesquisa descobri esse livro.

O livro é sobre...
O livro é uma grande coletânia de trechos de inúmeros textos de Machado onde redescobrimos um autor engajado na luta contra a escravidão e as desigualdades sociais, poesias, crônicas, capitulos de livros e criticas teatrais onde Machado discute a escravidão, a família burguesa, o lugar do negro na sociedade brasileira.

O livro é sobre um Machado de Assis que se mostra conhecedor de sua condição de afro-brasileiro. É um interessante contra ponto a Gilberto Freire, por exemplo, que fala da escrividão como um branco direto da Casa Grande, Machado de Assis oferece a visão de um neto de escravos que cresceu no morro e consegui ascender socialmente.

Pontos fracos?
Difícil pontuar onde Eduardo de Assis, o autor, peca. Ele foi competente em sua coletânia, trata-se de um trabalho primoroso. No entanto, talvez um ponto fraco é que o livro é carente em imagens do Machado de Assis, o trabalho ficaria mais rico se ele colocasse uma seleção de imagens do autor e de obras feitas a partir dos escritos dele.

O que achou mais interessante?
O melhor do livro é que todo texto é comentado em ricas notas de rodapé que são, no minimo, esclarecedoras aos leitores não habituados as análises históricas e ao universo Machadiano.

Para quem recomenda?
Para todos que se interessam por boa literatura, por História do Brasil, por História Afro-brasileira e pela obra de Machado de Assis.

Que nota você dá?
10, mas se pudesse daria 11.
Jacilene - Blog

7 comentários:

Pedrita disse...

adoro machado de assis, não conhecia esse livro. anotado. beijos, pedrita

Albuq disse...

Sou estudante de história e a idéia da leitura de história e suas problemáticas mediante os clássicos da literatura me encanta, esse mesmo não conhecia, vou ler com certeza.
ótima indicação.
bjs

A. Alves disse...

Meninas sempre gostei de literatura mas nunca tive a oportunidade de ir além ou melhor, a fundo em nossa literatura. Pretendo começar em muito breve. Sou aluna de Letras e destaco a importância da formação do leitor nos cursos acadêmicos.

Boa dica do lIvro!
Aline

Cacá disse...

Tá anotado aqui, Jucilene. Eu que sou um devorador de Machado, tenho a antologia (que achava ser completa) e não consta esse. Vou atrás. Obrigado pela ótima resenha. Abraços. Paz e bem.

Mylla Galvão disse...

olha uma coisa que eu não gosto é de Machado de Assis... Só o li por obrigação mesmo!
Sei lá... Acho que ele escreve meio difícil!
Escritor brasileiro para mim é Viriato Correia, José de Alencar (q eu adoro)!

bjo garotas

Sandra disse...

Adoro Machado de Assis e toda sua literatura. Não conhecia o livro e acho o tema fascinante. Ótima dica!

beijos

Georgia disse...

Jacilene, que dica excelente. Li muito Machado de Assis e seus contemporâneos. Mas ele é sublime. Esse livro assim editado de uma forma mais modernizada deve ser muito bom.

Valeu!

Bjao

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...