sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

A arte de ser feliz: exposta em 50 máximas.- Arthur Schopenhauer
96 páginas - Martins Fontes

Por que leu este livro?
Sempre tive curiosidade sobre Schopenhauer e também pela filosofia moderna em si, o autor é do século XVIII, diferente da filosofia de Platão, mesmo sendo base para os filósofos.
A oportunidade surgiu após eu comprar outro livro do autor que estou lendo no momento “A arte de escrever”. Comprei o livro e resolvi começar a ler logo em seguida. Daí despertou meu interesse para outras leituras desse estilo.
O livro é sobre...
A arte de ser feliz. Mas não é um livro de auto-ajuda e sim uma coletânea de 50 pensamentos ou máximas escritas por Schopenhauer acerca da felicidade humana.
Pontos fracos?
Não tem.

O que achou mais interessante?
A atualidade da escrita de Schopenhauer. Ele escreve pensamentos que oriundos do século XVIII são cada vez mais atuais. Dessa forma, podemos inferir que o homem não é tão mutável assim no que diz respeito às relações e sentimentos.
Para quem recomenda?
Para todos aqueles que buscam pensamentos verdadeiros acerca da vida em suas diversas facetas. E para os amantes de uma boa literatura que nos coloca a pensar sobre vários aspectos da felicidade humana.
Que nota você dá?
Nota 10.

Letícia - http://tempestade-jesuisentraindechercher.blogspot.com/

10 comentários:

Pedrita disse...

eu só li trechos desse autor e me sinto muito mal por isso. tb tenho tentado ler textos filosóficos. no ano passado li roland barthes e fiquei fascinada. beijos, pedrita

Lunna disse...

Gosto do estilo desse autor justamente pelo estilo atual. Sempre tenho a sensação de que o cara escreveu tudo ontem. É um ontem distante, mas que se mantêm atual.
Bjs

Fábio Mayer disse...

Um livro com essa temática, de textos do século XVIII, só demonstra que os humanos mantém desde tempos imemoriais as mesmas angústias de hoje em dia.

Ou seja, não é o progresso tecnológico que aumenta os problemas humanos, o ser humano é complicado por natureza.

Beta disse...

estou lendo um livro de Schopenhauer sobre a arte de ganhar debates mesmo sem ter razão...
To achando bem chatinho...rs

Cristiane Marino disse...

Que bacana, já tinha ouvido falar desse autor..aguçou minha curiosidade qdo fala sobre a capacidade do autor de falar de assuntos que parecem ser vividos pelo autor nos dias de hoje.

bjos

Tucha disse...

Li tanto sobre Schopenhauer, comentários sobre escrito, mss nunca li o original. Vou experimentar, animada pela sua resenha.

Sonica disse...

Li há algum tempo " A Cura de Shopenhauer", de I. Yalom, que por sinal acho ser o melhor livro desse autor,e gostei muito dos pensamentos de Shopen. Vou procurar por este. Obrigada.

Na. disse...

Acho Schopenhouer tão critico! Deve ter sido uma pessoa bem ranzinza! rsrs =)

Meninas, vcs receberam um e-mail com minha resenha de A lição final? Nao recebi nenhum e-mail com confirmação...

Xerus
=***

Georgia disse...

Nao li nada dele e nem neste sentido.

Vou estar de olho.

Valeu a dica.

Tempestade disse...

Que bom que gostaram! =)
Estou lendo mais e em breve mando resenhas!
Adoro esse blog!
Beijos Tempestuosos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...