sexta-feira, 13 de novembro de 2009

A Terra das Sombras

A Terra das Sombras – Meg Cabot
284 páginas - Editora Galera
Gênero - literatura juvenil
Tradução - Clóvis Marques

Por que leu este livro?
Estava a procura de livros leves e fáceis, só para distrair. A Jan ( Janinne Lámour) que já havia me indicado várias outras séries como Becky Bloom e o Crepusculo, me indicou essa série e resolvi "embarcar".

O livro é sobre...
As aventuras e dia-a-dia de Suzannah, uma menina de 16 anos, que vê fantasmas, conversa com eles, mas não conta para ninguém. Ela é a "mediadora".

A história começa com sua mudança de Nova York para a California, onde sua mãe, viúva, foi morar após casar-se novamente. O livro trata da adapção de Suzannah na nova escola, colegas e nova família: o marido da mãe tem mais três filhos da mesma faixa etária da protagonista.

O que achou mais interessante?
O fato de ser para adolescentes, um nicho de mercado que vem crescendo. O que é muito bom. Criar o hábito da leitura é fundamental, principalmente em uma época em que os adolescentes costumam se plugar 24h na internet, comunicando através de palavras abreviadas. Um livro lido, abre horizontes e a curiosidade por outros.

É legal ver a trajetória da menina que em NY vivia muito sozinha e sem amigos e na California se torna popular, mostrando que ninguem pode ser taxado disso ou daquilo. Sempre há uma possibilidade de mudança.

Pontos fracos?
O livro tem uma linguagem bastante simples. Provavelmente apropriada para uma faixa etária. Outra coisa é que o sucesso desse livro parece vir a reboque do sucesso da série "Crepusculo". Assim, existem muitos pontos em comum: a menina que vai para uma cidade nova e procura se adaptar, fantasmas no lugar de vampiros, fantasma "gato", como também era o vampiro Edward Cullen do Crespusculo.

Enfim, para a garotada que curtiu a série de Stephanie Meyer, pode ser uma indicação interessante. E para mim cumpre o prometido: leve e fácil, distração.

Para quem indica?
Para o começo da adolescencia, de 12 a 15 anos. Para profissionais de Psicologia, Pedagogia e outras profissões que tenham que estar ligados no universo do adolescente. E para pessoas como eu e Jan que são bastante ecléticas no gosto pela leitura, e leem muitas vezes por distração, sem compromisso.

Nota?
8.

Camelia - Blog

8 comentários:

Bia Mendonça disse...

Eu comprei a série inteirinha de A mediadora em inglês! Ainda não comecei a ler, mas adorei essa resenha! :)

bjs

Rogue disse...

Gostei da resenha, vou comprar para mim

BJO da Vampira

Nanda Botelho disse...

Muito bom o comentário sobre o livro, eu li a série Crepúsculo e adorei, vou dar uma olhada nessa.

Georgia disse...

Cam, adorei a resenha, nunca li nada da autora.

Beijos e obrigada

Sonhos & melodias disse...

Olá! Li esse serie Mediadora quando ninguém praticamente a conhecia e adorei!! Aliás, mesmo sendo adulta, me apaixonei pela forma que a escritora escreve pois ela consegue captar muito bem o universo teen. Como convivo direto com eles, é uma forma de compreendê-los e admirá-los mais. Ótima pedida!
Bjs

Anônimo disse...

Tenho os livros da A Mediadora de 1ª edição,as capas levam uns desenhos feios que não combinam com a história, agora colocaram fotos tão bonitas!Mas afinal, não podemos julgar o livro pela capa...

Camille disse...

Oi Georgia,
Voltei hoje de viagem e me lembrei que a resenha sairia dia 13, eu estava sem internet. Entao vi ver agora. Fica tudo lindo no blog de vocês. Adorei os comentarios.
Beijos e obrigada a voces duas por terem me convidado, Cam

Elaine Barnes disse...

Bem, cheguei ao final. Adorei a maneira com que incentivam a leitura e colocam os pontos importantes. Obrigada por tudo e adorei o blog. Bjão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...