sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

ERA NO TEMPO DO REI

Era no tempo do Rei - Ruy Castro
248 páginas - Editora Alfaguara Brasil
Gênero: romance, romance histórico, literatura brasileira

Por que leu este livro?
Adoro a história do Brasil, sou fã de Ruy Castro e do romance Memórias de um sargento de milícias . Quando li no caderno Prosa e Verso de O Globo uma matéria sobre o lançamento do livro, corri para comprar.

O livro é sobre?
Trata-se de um romance que tem como pano de fundo o Rio de Janeiro no ano de 1810. Ali , Ruy Castro junta elementos da história do Brasil de D. João com a ficção. Durante os festejos de carnaval daquele ano, o principe D. Pedro faz amizade com um menino chamado Leonardo (personagem do romance de Manoel Antônio de Almeida), ambos com 12 anos de idade.

Vivendo emocionantes aventuras, os dois meninos despistam o Major Vidigal ( também personagem de Milícias) e se metem em grandes confusões. Não bastasse tudo isso, Castro nos brinda com fatos e curiosidades da familia real portuguesa , dos costumes e geografia do Rio Antigo.

Pontos fracos?
Não encontrei. O máximo de que posso reclamar é que o livro é curto demais (apenas 243 páginas), fossem 500 seria lido com o mesmo prazer.

O que achou mais interessante?
Acho fascinante a capacidade do autor de misturar ficção com realidade sem perder a verdade no texto. Por isso, o mais interessante para mim é o bem sucedido encontro dos dois meninos, um real outro imaginário .

Para quem você recomenda?
É um livro para todos que querem saber um pouco mais da história do Rio de Janeiro e do Brasil. Mas quem tiver lido Memórias de um sargento de milícias certamente terá mais prazer na leitura .

Que nota você dá?
Nada menos que 10. Uma delícia.


Vanessa - http://fio-de-ariadne.blogspot.com/

10 comentários:

Pedrita disse...

eu gosto bastante do estilo ágil de texto do ruy castro. anotado. beijos, pedrita

Sibele disse...

Olá Meninas!Passando por aki pra dar oi pra vocês!Gente tenho tanto livro pra ler que acho que preciso de mais um mês de férias,hihih!
Um ótimo fim de semana!
Beijos

Georgia disse...

Eu li Memórias de um Sargento de milicias e certamente essa sua dica deve ser ótima. Até porque dá para perceber a sua agilidade em cada palavra, assim como sao geralmente os livros de Ruy Castro.

Ótima dica e obrigada pela participacao.

Valeu

Vanessa disse...

Oi Pessoal, eu que agradeço a oportunidade de falar um pouco por aqui. Este blog é de utilidade pública!

bjs

Ceci disse...

Foi ótima lembrança, faz muito tempo que li as Milicias... e certamente vou reler, agora com outro olhar, tanto pelo tempo, quanto por esse estímulo.
Obrigada!

Adelino disse...

Vanessa, o livro que você leu e recomendou possui três ingredientes bons: Rio (novo ou antigo), história "quase" recente e pitadas de realidade e ficção.
Mais realidade, creio, pois D. Pedro, segundo se sabe, era mesmo um "garotão" como outro qualquer. Fazia amizades com os seus empregados, com os quais saía pelas ruas do Rio às escondidadas para fazer suas farrinhas.
Vou ler, com certeza.
Um abraço.

Adelino disse...

Vanessa, com licença para um recado:
Pelo que li, hoje, 25 de janeiro, é aniversário da FLAVIA, uma das coordenadoras deste blog.
Por aqui mando um abraço com meus votos de tudo de bom para ela e para os que lhe são queridos. Feliz Aniversário, Flavia.
Adelino

Fábio Mayer disse...

Fiquei muito interessado por este livro, vou conferir.

Quero aqui, deixar meus parabéns à Flávia, pelo seu aniversário!

Vanessa disse...

Opa, agradeço os comentários neste post. Adorei participar pela primeira vez aqui. Obrigado a georgia e Flávia. E , Flávia, parabéns!!!

Du disse...

Ainda não tinha ouvido falar desse livro, valeu a dica!
Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...