segunda-feira, 24 de novembro de 2008

O MENINO DO PIJAMA LISTRADO



O menino do pijama Listrado - John Boyne
186 páginas - Cia das Letras
Gênero – romance, literatura estrangeira.

Por que leu este livro?
Vivi - Há um bom tempo, ele estava na minha pilha de livros a serem lidos. Minha irmã leu e gostou tanto que fiquei com vontade de ler também.
Tati - Porque ouvi falar muito bem dele e a sinopse me chamou atenção..
O livro é sobre...
Vivi -
O “sobre” tem que ser descoberto passo a passo com o personagem principal da obra: Bruno, um menininho de nove anos. Não porque os acontecimentos estejam envoltos em mistério mas, porque a história estrutura-se integralmente mediante o olhar ingênuo dessa criança. Somos instigados a vestir a mente, os olhos, as pernas, os braços de Bruno.
Tati - Durante a Segunda Guerra Mundial, uma família alemã se muda de Berlim para Auschwitz, quando o patriarca é ordenado a trabalhar em um campo de concentração.
Bruno, um garoto de 8 anos e filho do oficial, começa uma linda amizade com um menino judeu da mesma idade. O filme mostra o modo como o preconceito, o ódio e a violência afetam pessoas inocentes, especialmente as crianças.

Pontos fracos?
Vivi - Pode ser que tenha me entregado tão emocional e espiritualmente à historia que não consegui perceber quaisquer pontos de melhoria. Para mim, é uma fábula perfeita e não retiraria ou colocaria uma vírgula sequer!
Tati - O final do livro.

O que achou mais interessante?
Vivi -
A história como um todo. Mas destaco: a genialidade do autor em contar uma história já escrita em várias obras sob outro viés: o de uma criança. Mesmo não sendo em primeira pessoa, o texto assume voz infantil a todo momento.

Ele faz uma reprodução fiel dos equívocos fonéticos peculiares das crianças. Auschwitz, por exemplo, Bruno entende por "Haja Vista".

Além disso, estão as mensagens para vida esboçada sem moralismo tais como, o exercício da empatia bem como a noção de que encontrar minha semelhança no outro é o primeiro passo para o reconhecimento de minha humanidade.
Outro ponto a ressaltar, é a maneira pouco diretiva ou conducionista do autor em sobrelevar o nonsense que foi o holocausto dos judeus e outras minorias no desfecho da trama. Para mim, é a parte mais impactante do livro. Não há como designar o final do livro de outra forma, pois utilizando de uma perspectiva ingênua e tão simples como uma brincadeira John Boyne desvela o horror desse período negro da história da humanidade.
Tati - A inocência do menino, que via as coisas de uma outra maneira e não percebia a maldade à sua volta.

Para quem recomenda?
Vivi - Para todos os que têm interesse em uma leitura leve, mas, ao mesmo tempo, instigante e reflexiva.

Tati -Para todos que gostam de uma boa leitura e para quem gosta de chorar.

Que nota você dá?
Vivi -
10 com louvor!

Tati - 7,5.








Tati Lugato

8 comentários:

Pedrita disse...

fiquei curiosa. eu tb tenho uma pilha de livros a ler. beijos, pedrita

Glenda Dimuro disse...

Já estava com vontade de ler...agora me deu mais! :)

Georgia disse...

Vivi, que lindinha que você é.

Obrigada por nos enviar a sua opiniao sobre este livro.
Já quando li o título, já fiquei curiosa. Fiquei com muita vontade de lê-lo e já está anotado.
Quem estiver por aqui indo ao Brasil vou ver podem me trazê-lo.

Valeu a dica.

Grande beijo

dácio jaegger disse...

Um livro que ao revelar o ponto de vista de uma criança sobre atrocidades genocidas tem um apelo que nos induz a procurar lê-lo. Bjs.

Vivi Bastos disse...

Olá, caríssimos

Espero que o livro lhes propicie uma experiência de leitura e reflexão valiosa tanto quanto o foi para mim.

Geórgia e Flávia, agradeço mais uma vez pela oportunidade e pelo carinho.

Maria Luiza Ramos disse...

Meninas, fiquei louca para participar como leitora também!
Sou "rato de biblioteca" e sempre tenho livros para indicar e/ou comentar.
Nossa! Outro blog belíssimo! Cheio de vida!
Linkei os dois no meu, tá?!
Parabéns de novo.
E outro abração.

Lindenberg Moreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lindenberg Moreira disse...

Mal eu coloquei esse livro na minha estante para ler www.skoob.com.br/estante/lindenberg
 e já fiquei sabendo que virou filme, tomara que pelo menos tenha seguido o livro à risca.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...