quinta-feira, 4 de setembro de 2008

A CRIANÇA QUE NÃO QUERIA FALAR

"A criança que não queria falar" - Torey Hayden
236 páginas - Editorial Presença
Gênero: Depoimento, História de vida, Educação

Por que resolveu ler o livro?
Na livraria a capa e o título chamaram-me a atenção; peguei, folhei, li aleatoriamente alguns parágrafos e passei os olhos pelo resumo. Achei que deveria ser bastante interessante porque tratava de uma criança problemática e da relação que a professora conseguiu estabelecer com ela.

O livro é sobre...
A autora deste comovente livro que se tornou best-seller em diversos países é Torey Hayden, professora que conta uma história verídica sobre a pequena Sheila, uma menina de seis anos, vítima de maus tratos e abandonada pela mãe adolescente.

Sheila é uma criança violenta e insociável que os pais das outras crianças e até os professores querem manter longe.

Até que um dia ela vai parar na sala de aula de Torey onde se encontram outras crianças com dificuldades de integração. Entre as duas nasce uma forte relação de afeto e dá-se início a uma dura batalha para fazer desabrochar esta criança que até agora só conheceu o sofrimento e mostrar-lhe que pode ter uma vida nova de descobertas e alegria.

O que achou mais interessante?
A capacidade de compreensão desta professora, que ultrapassou preconceitos e várias resistências, porque entendeu na violência daquela menina um pedido de ajuda.

Pontos fracos?
Achei que a autora perdeu a objetividade, algumas vezes. Talvez porque ela está envolvida na história.

Para quem indica?
Para todos. Em especial para todos os educadores, professores e assistentes sociais ou quem trabalhe com crianças; Indico também para quem acha "que no mundo falta quem ame sem reservas".

De um a dez, qual nota você dá?
9, por ser uma história verídica e de sucesso! Exemplos destes devem ser divulgados e estimulados. O mundo precisa!

Fernanda
Leu este livro? Quer saber mais sobre ele? PARTICIPE!!!
Você deseja participar com a leitura de um livro???
Envie seu email que entraremos em contato:
elasestaolendo@yahoo.com.br

8 comentários:

Georgia disse...

Fernanda que fantástica deve ser a narrativa desse livro. Recheada com tantas experiências. Mas que tristeza constatar que existem criancas assim no mundo em que vivemos.

Obrigada pela participacao e adoraria ler esse livro já que sou professora.


Grande beijo

Jocélia M. P disse...

Olá Fernanda,

já vou pesquisar se encontro o livro por aqui.
O título aguçou meu interesse, pois confirma uma verdade que vejo no dia-a-dia do meu trabalho: um número grande de crianças maltratadas física ou psicológicamente pelos pais e que o silêncio é a característica delas e ainda pior alguns não sorriem mais nem numa conversa, nem para uma foto, aliás nao gostam de olhar suas próprias fotos, tornam-se apáticas à tudo e
frequentemente resolvem conflitos com violência.
Quero ler!

Jens disse...

Bonita indicação de leitura, Fernanda.

Francisco Castro disse...

Olá, gostei muito do seu blog e de sua abordagem.

Parabéns!

Um abraço

Ludmila Prado disse...

adorei o blog, super dicas de livros, amei, assim da vontade de ler tudo.
achei super interessante esse, principalmente porque pretendo ser prof um dia.
beijos

Bia Mendonça disse...

Boa dica.. eu tenho um aluno super garoto-problema com uma historia de vida complicada...quem sbe esse libro nao me ajuda a achar uma maneira de interagir melhor com ele!

bjos

Grace Olsson disse...

Fernanda, eu não conheço esselivro. Fiquei itenressada. beijos e dias felizes

Ana Filipa Oliveira disse...

Eu não li o livro, não. Mas uma amiga desta Praça, emprestou-me o filme. Resultado: choro e mais choro. É uma história muito emotiva e forte! O filme, eu recomendo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...