sexta-feira, 15 de agosto de 2008

O QUINZE - NOSSO HOMEM DO MÊS

"COMO UM ROMANCE" - Daniel Pennac
Traducao – Leny Werneck
184 páginas - Editora – Rocco
Gênero: Ensaio (Quase um romance)

Por que resolveu ler este livro?
Não sei se chega a ser um delito, mas muitas vezes me pego escolhendo um livro pela capa. Foi assim com “Como um Romance”. O vi na prateleira da biblioteca e o título e a ilustração da capa logo me chamaram a atenção. Foi amor à primeira vista. Devorei o livro em um só dia (é uma leitura bem fácil) e me apaixonei pela obra e seu autor, tanto que me motivou a ler mais livros dele.

O livro é sobre...
É a história de um professor que conta histórias para seus alunos, transformando a sala de aula num ambiente de pequenos leitores. Num relato envolvente e bem-humorado, o autor ensina como recuperar nos alunos o gosto pela leitura, um ato esquecido neste fim de século dominado pela comunicação em massa.

Acima de tudo, Pennac quer mostrar que o ato de ler é um ato de prazer e não de obrigação. Muitas vezes as crianças não lêem por falta de estímulo, simplesmente acreditam que não gostam de ler e pronto. Se a leitura não for cultivada desde cedo, corre-se o risco inevitável de ser perder um leitor para a vida toda. O livro mostra a importância desse resgate e como é gostosa a relação de intimidade com os livros.
O que achou mais interessante?
Nele o autor enfoca as razões para as pessoas deixarem de ler, inclusive a falta de tempo, que é a desculpa mais comum.

A partir do momento em que se coloca o problema do tempo para ler, é porque a vontade não está lá. Porque, se pensarmos bem, ninguém jamais tem tempo para ler. Nem pequenos, nem adolescentes, nem grandes. A vida é um entrave permanente à leitura. O tempo para ler é sempre um tempo roubado. (Tanto como o tempo para escrever, aliás, ou o tempo para amar)”. Pennac

Eu nunca tive tempo para ler, mas nada, jamais, pôde me impedir de terminar um romance de que eu gostasse.
O autor também criou uma lista constituída não de deveres, mas sim onde ele proclama os 10 DIREITOS IMPRESCINDÍVEIS DO LEITOR. São eles:

O direito de não ler.O direito de saltar páginas.O direito de não acabar um livro.O direito de reler.O direito de ler não importa o quê.O direito de amar os “heróis” dos romances.O direito de ler não importa onde.O direito de saltar de livro em livro.O direito de ler em voz alta.O direito de não falar do que se leu.

Pontos fracos?
Poderia ser maior.

Para quem indica?
Para pais, professores, crianças, jovens e todos aqueles que são apaixonados pela leitura, ou desejam se apaixonar.

De um a dez, qual nota você dá?
Posso colocar mais dois zeros depois desse 10?
Você também leu este livro? Quer saber mais sobre ele? PARITICPE!!!
Você deseja participar com a leitura de um livro???
Envie seu email que entraremos em contato:
elasestaolendo@yahoo.com.br

17 comentários:

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

EU AMO ESTE LIVRO!!!!!! Acho que todos deveriam ler, principalmente os PAIS! É lindo, é como um romance encantador.

RECOMENDO, RECOMENDO E RECOMENDO!!!

Bjocas

Flavia Mariano

Bia Mendonça disse...

Eu quase sempre escolho os meus livros pela capa, pelo menos quando o livro não foi recomendado por alguém! :)

bjs

Georgia disse...

Nando, o livro deve ser mesmo muito bom. Lendo a sua resenha fiquei curiosa demais!!!

Obrigada pela participacao.

Valeu mesmo

Du disse...

Nando, antes de vir aqui eu tinha certeza que era sobre esse autor que você ia falar! \o/
Lembrei agora de uma das nossas primeiras conversas através do blog, que foram sobre livros, você lembra? Então...até hoje eu não dei jeito de ler Daniel Pennac...
Imperdoável...

Beijos a todos!

Dantas disse...

hummm..parece ser booooooom

Ane disse...

Muito legal este blog,peguei várias dicas de bons livros.

Luca disse...

Ah, você também já me falou deste livro. Na discussão sobre literatura para crianças!

Bom, eu também tenho a boa mania de escolher livros pela capa e pelo tíííítulo, afinal, é todo um conjunto que nos faz gostar da narrativa até, então, desconhecida.

E, enfim...eu não tenho tempo para ler! ahahaha. Ô, gente! Se há uma coisa que eu sempre abominei foi essa frase...como diria meu ex-chefe: "no banheiro, vc pode ler, eqto faz outras coisas". Pois é! E eu tenho priorizado leituras científicas, o que não tem me deixado mais sã e inteligente. Pelo contrário, tenho me martirizado por estar em falta c a literatura!

Aiiiiinnnn...

Beijooooooooos, Nandinho! Qdo eu for redatora da Bravo, te contratarei! =D Quer dizer...te chamarei para dar palhinhas, afinal serás um hombre ocupado c suas novelas! Ai, ai

Lorena disse...

Puxa... me deu muita vontade de ler esse livro! Vou procurar por aqui...

Beijos, nandinho! E que blog legal! vou passar por aqui mais vezes...

Henrique Medeiros disse...

Visite meu novo blog:

http://henriquemedeiros.blogspot.com/

Éverton Vidal disse...

Além da entrevista que em si foi muito bacana (o Nando é um cara bacana). A citaçao de Penac foi meu alimento deste dia rs.

Blog legal e criativo viu meninas!

NANDO DAMÁZIO disse...

Obrigado pelo convite, meninas, e obrigado também aos amigos que visitaram e comentaram.

Foi um prazer... Grande abaço!

lavanderiavirtual disse...

Nando, gostei da indicação. Bem lembrado o fato de que ninguém tem quase tempo pra nada, que nós fazemos nosso tempo render. :-)

Gostei também dos "10 DIREITOS IMPRESCINDÍVEIS DO LEITOR". Acrescentaria à lista um direito que me dou: LER DOIS LIVROS AO MESMO TEMPO! :-)

Parabéns pela participação por aqui!

Parabéns às meninas organizadoras do blog! Boa semana! :-)

Beijos e Abraços!
Juca

Vivi Bastos disse...

Belezura de indicação.
Vou já caçar o livro!!!

Anônimo disse...

Meu Deus, adoro este livro!!! Mas quase ninguém conhece. Por isso fiquei surpresa ao ver UM HOMEM dizendo q leu literatura tão necessária e de qualidade.
Este livro é imprescindível para PAIS, para leitores vorazes, para quem gosta de historias. Enfim, leiam!!! Dê de presente para os parentes que têm filho. Dê de presente para os professores dos seus filhos.
Indiquem paara a biblioteca...
Parabéns pelo homem q escolheu pela capa e se apaixonou pelo conteúdo!!!

suelen.18 disse...

Obrigado pela dica...eu amo ler um muito bom é o livro A ordem é Amém de John Chelh eu adorei é surpreendente e emocionante vale a pena ler!!!

Eu o achei no site: www.seteseveneditora.com.br

ASMC disse...

Bela Sugestão. Li e recomendo o livro reitera a questão das responsabilidades da educação e vale a pena cada página. Escrevi um artigo sobre ele no meu blog http://frutovermelho.blogspot.com/2011/03/como-um-romance-uma-viagem-ao-universo.html

ASMC disse...

Bela sugestão. Já o li e também recomendo. Como um Romance nos revela, em grande parte do texto, a verdadeira responsabilidade da educação e a quebra dos paradigmas do livro na busca pelas relações orgânicas entre leitor e livro. Escrevi um artigo no meu blog, quando tiver um tempinho dê uma passada lá. Abraços
http://frutovermelho.blogspot.com/2011/03/como-um-romance-uma-viagem-ao-universo.html

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...