sexta-feira, 23 de maio de 2008

BREVE HISTÓRIA DE QUASE TUDO


"Breve história de quase tudo” - Bill Bryson
560 páginas - Companhia das Letras
Gênero: Ciências, Filosofia e História

Por que resolveu ler o livro?
Porque gosto de ciências. Não me lembro se foi indicado, acho que vi algo na internet a respeito e me interessei. O livro, teoricamente, conta a história de quase todas as coisas de forma resumida (daí o título). O “tudo” do título inclui astronomia, física, química, geologia, antropologia, arqueologia, etc. etc.

O livro é sobre...
O livro é sensacional pra quem gosta de adquirir conhecimento, é basicamente um apanhado de fatos históricos e detalhes de descobertas científicas de uma forma que leigos entendem, então é delicioso pra quem é curioso e quer saber coisas como “por que o mar é salgado?” ou “por que as nuvens flutuam?”

Além disso, há histórias ótimas sobre os cientistas e suas vidas, como fizeram as descobertas, como se relacionavam com as teorias anteriores às suas. Por exemplo: descobri que Darwin era pároco e estudou teologia; ele só fez a viagem no Beagle porque o capitão era religioso e o convidou como “companhia” para a viagem, já que não poderia se relacionar com os marujos, de outra classe social. O capitão tinha 21 anos e Darwin, 22.

Pontos fracos?
Não achei nenhum...

Para quem indica?
Para quem gosta de ciências e história. Para os fãs de filosofia, acho que só vale a pena se não estiverem esperando teorias e grandes aprofundamentos no assunto. O livro foi feito para leigos que se interessam por todas as ciências, e embora tenha muita informação científica e analítica, não é um estudo.

De um a dez, qual nota você dá?
10!


Você também pode participar. Nos escreva:
elasestaolendo@gmail.com

5 comentários:

Georgia disse...

Zel, obrigada por ter aceito o nosso convite.
Que livro interessante. Sabe que dei há poucos dias um livro assim para o meu filho de 8 anos? É claro que na linguagem infantil. Ele adorou descobrir por que o céu é azul e também aprendeu que todas as pessoas sao descendentes dos negros. Ele levou um tremendo susto ao descobrir isso. Creio que ler essas coisas científicas desperta mesmo o interesse e se aprende muito.

Obrigada pela dica.

Grande beijo

Márcia disse...

As dicas de livros são muito boas e a idéia do blog melhor ainda. Parabéns pela iniciativa. Um blog sobre elas e também para eles. Linkei o blog de vocês ao meu.

Abraços!

senhoritarosa disse...

Hahaha, Zel, pra gente pessimista é um prato cheio. Eu adorei tb. Li e vivia pensando, mas puxa, eu tenho sorte de estar viva ainda com tantas coisas prováveis de acontecer e mandar tudo pelos ares... rs.

Lucia Cintra Stevenson disse...

Esse e' um que ja tenho na minha lista e estou louca pra comecar a ler. Quando o vi por acaso na livraria daqui, imediatamente me interessei e foi adicionado a ser o proximo a comprar.

Gostei de saber que e' tao interessante quanto eu pensava. bjos

batatatransgenica disse...

li na versão portuguesa porque não tinha sido lançado aqui ainda e, apesar de precisar de ajuda dos amigos tugas para "traduzir" algumas expressões típicas, virou logo um dos meus top favoritos foréva!

agora fiquei curiosa pra descobrir como essas expressões portuguesas foram traduzidos na edição brasileira...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...