segunda-feira, 18 de julho de 2011

Carina - Entrevista com a autora!!!

Carina Rissi já é uma autora bem conhecida! Se nunca ouviu falar no nome dela é bom dar uma pesquisada, ma
s antes, dá uma olhada nessa entrevista super legal que ela deu aqui!

Qual a inspiração para escrever esse livro?
Muitas coisas me inspiraram. Jane Austen e sua escrita perfeita com amores delicados e cavalheiros gentis. Depois, a banda OneRepublic que embalou minha “viagem” com a Sofia através do tempo.

A ideia de uma garota que viaja no tempo surgiu depois que teve um apagão na minha cidade, bem na hora do jantar, e eu não sabia como aquecer a comida sem usar o micro-ondas. Fiquei pensando como seria viver em um mundo desprovido de recursos, conhecendo tudo o que conhecemos, no choque que seria, nas dificuldades...

Para quem indica? Que tipo de mulher vai gostar de lê-lo?
Toda mulher, independente da idade, que acredita no amor e gosta de um pouco de bom humor, eu acho.

O que a mulher terá refletido ao fim do livro?
Não sei bem. Talvez reflita sobre o modo como acabamos dependentes demais da tecnologia e esquecemos o que realmente importa pra sermos feliz, ou talvez não reflita nada, apenas se divirta com as aventuras de Sofia.

Como se descobriu escritora?
Foi super por acaso. Sempre fui louca por livros, mas não pensava em escrever porque, bem... eu não sabia que podia.

Pensava que era necessário ter uma formação especial ou coisa do gênero, o que não é verdade. Eu criei coragem para colocar no papel minhas histórias imaginárias depois de assistir a entrevista que a autora Stephenie Meyer deu ao programa Oprah. Lá, a escritora disse que acreditava que todo mundo tinha milhares de histórias e personagens na cabeça e que quando descobriu que não era bem assim, decidiu escrever. Fiz exatamente o mesmo. Comecei a escrever, o que hoje é Perdida naquela, mesma tarde.

O que faz hoje? Tem alguma atividade paralela?
Hoje estou me dedicando exclusivamente a divulgação de Perdida e a meus novos projetos. Antes disso, eu cuidava da casa e da família, e às vezes, ajudava (embora tenha a impressão de que mais atrapalhava que ajudava) o marido no escritório dele.

Seu sonho como escritora?
Firmar-me no mercado literário e conseguir publicar tantas obras quanto eu seja capaz de criar.

Para finalizar, alguma frase nesse romance que acredita que deve ser ressaltada?
Pode ser o trecho que mais gosto?

“— Não fique assim, Ian. Se saiu muito bem com Elisa e logo você terá uma nova família e tudo ficará bem... — um nó no estômago me fez parar.

— Não, senhorita Sofia, não ficará bem. — ele baixou a cabeça e apoiou os braços no joelho.

— Claro que ficará. Se você quiser, posso te ajudar a encontrar uma garota bacana. — meu estômago se revirou como se eu estivesse numa montanha russa. — Você me diz do que gosta e eu te ajudo. De repente, você encontra alguém que goste de verdade e acaba sendo muito mais feliz do que imaginava ser possível.

Ele ficou ainda mais triste.

— Mas eu já encontrei, senhorita.

— Já?

— Sim. Mas não pode dar certo. — seu rosto desolado.

— E por que não? — murmurei, ainda assim, minha voz tremeu.

— Por que ela não pode ficar. — e me lançou um sorriso triste.” – Perdida, pag 196

Quer saber mais sobre o livro? Ler 1 capítulo?


Onde comprar ou ler mais sobre a autora???
CLIQUE AQUI e visite o site do livro super lindo!

4 comentários:

* Maria Edméia * disse...

*Parece ser um livro gostoso de

ler ! Leveeeeeee !!!

Georgia disse...

Gostei muito do trecho do livro escolhido pela Carina. Gostei também da aneira como ela escreve. Há um toque todo especial na sua escrita que muito me agrada.

Obrigada pela entrevista.

Umgrande beijo

Sandra disse...

Ola Meninas,
Passei para deixar um grande abraço.
Deseja que tenham uma Feliz Semana.
Carinhosamente
Sandra

Livro parece realmente ser maravilhoso.

Cíntia Mara disse...

Ah, todo mundo falando tanto de Perdida, quero ler!

Só que, confesso, ando com pé atrás com relação aos novos autores nacionais. Já li vários e acho ótimo que a literatura nacional contemporânea esteja ganhando destaque. Mas tenho a impressão que estão privilegiando a quantidade em detrimento da qualidade. Nunca gostei de ler primeiros capítulos na internet, mas acho que vou começar a fazer isso antes de comprar, porque não está dando mais pra confiar só na sinopse. Esta semana mesmo li um (Meu marido foi embora. E agora?) que foi muito elogiado, mas eu achei péssimo :(

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...