sábado, 13 de fevereiro de 2010

A dor de cabeça morre pela boca

A dor de cabeça morre pela boca - Pat Feldmanutores e Dr. Alexandre Feldman
303 páginas - A Girafa


Por que leu este livro?
Ganhei esse livro da minha amiga Simone Lima dona do blog Mente, Corpo e Arte. Ela sabe que sofro de enxaqueca há anos e quando soube do livro pensou em mim com carinho e enviou.

O livro é sobre...
Receitas de como comer melhor e evitar certos alimentos que podem ativar a enxaqueca. Receitas gostosas e práticas. As receitas só começam a fazer efeito 3 meses depois que você começa a terapia. Todas foram submetidas a uma análise por um longo período. O livro deixa bem claro que ele não é um livro de dietas.

O que achou mais interessante?
Uma das coisas interessantes que achei foi o segundo autor, o Dr. Alexandre Feldman, onde eu já leio o site dele sobre enxaqueca há anos. Ele é um dos médicos de maior prestígio da atualidade sobre o assunto "Enxaqueca". Seus trabalhos têm proporcionado melhoras si
gnificativas e agora está tudo aqui neste livro. Mas o livro deixa bem claro que é preciso uma mudanca de hábitos alimentares e de estilo de vida.

Pontos fracos?
Duas coisas:
1°) O livro não é fácil de ser manuseado na cozinha na hora de preparar os alimentos.

2°) No livro não tem ilustração das comidas e achei isso uma falha enorme. Porque até para quem quer mudar um estilo de vida como o livro sugere, tem que ganhar a pessoa que está lendo pelo olhar. Tem que despertar a curiosidade mostrando um prato colorido, saudável e que vai valer a pena mudar.

Talvez os autores não quiseram colocar imagens para nao ser comparado com mais um livro de receitas, ou talvez porque tudo isso iria sair mais caro. Mas senti falta das imagens do produto que se está vendendo: mudanca alimentar.

Quem sabe eles decidem fazer um livro só com os pratos sugeridos nesse livro e tudo com imagem. Assim ficaria até mais fácil de ser manuseado na cozinha no dia a dia. Talvez em forma de fichário, quem sabe. Fica aqui a minha sugestão.

Para quem recomenda?
Para aqueles que sofrem de enxaqueca como eu, ou para aqueles que querem mudar seus hábitos alimentares.


Que nota você dá?
9.5 - Porque faltou imagem e pela não praticidade dele na cozinha, já que ele é repleto de receitas.


Georgia Aegerter
Participe também! Responda as perguntas acima, anexe uma foto sua e uma do livro e mande para elasestaolendo@gmail.com!

26 comentários:

Bia Mendonça disse...

Oi Georgia!

Olha nao sofro de enxaqueca, mas a ideia de comer melhor e mais saudavel sempre me interessou.

Achei curioso vc mencionar que o livro nao tem fotos. Acho que seria o caso desse livro ter muitas fotos, pois as receitas podem parecer muito melhores (e aumentar a vontade de experimentar) para o leitor!

Otima dica, principalmente para quem sofre disso!

bjs

Dr. Alexandre Feldman disse...

Olá Georgia, obrigado pela sua análise do livro que a Pat e eu escrevemos.

Faço minhas as suas críticas: de fato, o livro é difícil de manusear na cozinha e, de fato, faltam fotos.

Este é um problema sério no mundo editorial: muitas editoras brasileiras, na intenção de cortar custos, acabam cortando qualidade, prejudicando o leitor e, no final, a elas próprias.

Aos queridos leitores, espero que a falta de fotos e de praticidade de manuseio na cozinha sejam compensados pela utilidade do conteúdo.

Pedrita disse...

fiquei curiosa. realmente mudanças alimentares ajudam. eu trato com homeopatia há anos, só saio qd precisa intervenções mais sérias como antibióticos e tento aprender a ler o meu corpo. eu adoro pimentão, mas tenho uma certa alergia a ele. fico com dor de estômago, então evito. e tomo chá se vou em algum lugar e como no meio da comida. conhecer me ajudou muito a evitar desconfortos. beijos, pedrita

Pedrita disse...

que chic, o autor veio aqui. ótimo.

Adriana disse...

Eu tenho muita enxaqueca. pensei ser um problema hormonal e tomei uma série deles e nada adiantou.

Vou ver este livro, pois achei ótima a dica de um livro assim.

Obrigada

Anônimo disse...

Eu tenho enxaqueca desde a minha infância. Muitas vezes nao conseguia ir para a escola.

O mesmo acontece enfrentar uma jornada de trabalho nao é nada fácil.

Vou ver o livro.

Joao Ricardo

Madalena Barranco disse...

Olá, adorei seu blog!! Eu li o primeiro livro do Dr. Alexandre "Enxaqueca - finalmente uma saída" e a partir deste mudei vários hábitos em minha vida. Não segui todas as sugestões, mas confesso, que ao mudar alguma coisa já eliminei boa quantidade de analgésicos, assim como deixar de comer pão industrializado & industrializados e reduzir drasticamente o açúcar. Agora, comprarei este segundo livro dele.
Abraços - parabéns pelo blog.

Chica disse...

Antes de tudo, parabéns pelo novo "filho"...Está lindo!
Quanto ao livro, sem dúvida é interessante e uma boa dica.beijos,chica

Teresa disse...

Olá Georgia
Obrigada pelo seu convite, mas eu já estou seguindo este blogue. Já pensei também em te enviar as minhas resenhas, mas são geralmente de livros de autores portugueses, que eu sei que não são fáceis de encontrar aí no Brasil. O que me deixava a falar sozinha, não é?
Bjs

Gisley Scott disse...

Oie Geórgia,
tô passando aqui para agradecer o comment que vc postou no blog!

Obg pela dica, vou dá uma conferida nesse livro!

Bjus
Tenha uma semana maravilhosa :)

disse...

Querida Georgia!

Eu estava a procura de um livro assim. Pois depois que fiquei doente ano passado tive que mudar radicalmente meus hábitos alimentares. Creio que será muito bom também para o meu filho mais velho que sofre a anos de enxaqueca. Agora que está casado minha nora com certeza cuidará melhor da sua alimentação.
Já está anotado, será minha próxima aquisição.
Beijos e obrigada pela carinho!
com certeza estarei sempre por aqui adoro ler.

Mari Amorim disse...

Georgia,amada.
obrigada pela visita e convite,qto ao livro eu já lí,até porque sou diabetica e tive que readaptar meus nocivos hábitos alimentares,e com ela a enxaqueca e insônia.O livro é ótimo,com algumas dificuldades quanto a praticidade.
Gostaria de seguir o blog,e assim que possivel,mandarei minha contribuição.
Boas energias,
Mari

Beth/Lilás disse...

Georgia, meu bem!
Eu não tenho enxaquecas, graças a Dio, mas se tivesse já estava com este livro nas mãos, pois quem tem sabe bem o quanto é terrível este mal que assola milhares de pessoas no mundo.
bjs cariocas

Stala disse...

Ei Gê,
Vim retribuir a visita...
Tá aí um livro bem interessante!
E que me interessa... Vou dar uma olhada aqui em Minas, quem sabe acho para comprar?

Bom domingo para vc!!!

bjs

Marlia disse...

Georgia,

Obrigada pelo convite para vir até "o que elas estão lendo". Não tenho enxaqueca mas com certeza estarei passando o link do blog para minha cunhada dar uma lida na resenha deste livro.... Ela sempre teve enxaqueca e acho que será uma otima idéia se sentir melhor depois de aprender a reeducar os habitos alimentares...

Sonhos & melodias disse...

Oi Georgia,
Agradeço o convite para aparecer por aqui hoje. Me chamou a atenção esse livro não por sofrer de enxaqueca (Graças a Deus!) mas conheço várias pessoas que sofrem e vou indicar esse livro à elas. Valeu!
Bjs

Sônia Silvino disse...

Este blog é demais.
bjkas!

Bergilde Croce disse...

A alimentação rica e diversificada em componentes naturais e nutritivos é sem sombra de dúvidas um dos grandes coadjuvantes na prevenção e também cura de muitas doenças,incluindo as cefaléias.Na Itália,por exemplo, se adota a dieta mediterrânea(famosa e copiada em todo o mundo)como elixir de longa vida e saúde.Livros que estimulem a boa educação alimentar deveriam ser mais considerados pela mídia comunicativa,entretanto,sabemos que isto não interessa tanto aos que comandam o mercado de vendas.Parabéns Georgia pela leitura e sugestões apontadas por aqui.Da leitora,Bergilde

Maria Augusta disse...

Não tenho enxaqueca, mas conheço pessoas que sofrem muito com ela. Adotar hábitos alimentares sadios é sempre aconselhado mesmo para quem não tem um problema particular, no sentido de evitá-los.
Tenho um livro de receitas que não tem fotos, comprei porque era de cozinha regional e não tinha outro, mas elas fazem falta mesmo.
Um beijo grande para vocês e parabéns pela resenha, que pode ajudar a muita gente.

Anny disse...

Oi Georgia!
Obrigada pelo convite. Aqui estou visitando e comentando.
Acredito que o livro possa ajudar vc. Mesmo que seja sem foto.Rs!
Somos aquilo que comemos, não é mesmo?
Acredito que uma alimentação adequada, pode nos ajudar a ter uma vida mais saudável.

*Como meu curso é ligado à alimentação, então conheço um pouquinho sobre o assunto.
Beijos.
Anny.
Anny.

Sonia H disse...

Querida Georgia,
Para quem sofre de enxaqueca, dever ser sim uma ótima fonte de pesquisa.
Graças a Deus eu não sofro de enxaqueca, mas meu marido sofre. Fiquei curiosa.
Beijos,

Ana Filipa Oliveira disse...

Oi! Comprei esta semana um livro em promoção na livraria Weltbild da rua central de Hilden chamado "Was die Seele krank macht und was sie heilt/ Wenn der Körper Signale gibt", de Thomas Schäfer. Existe uma parte do livro apenas a Enxaquecas e Dores de Cabeça. Traz três CDs, o que é muito útil para donas de casa como nós. Podemos estar cozinhando e ouvindo. Aproveite!

sonia a. mascaro disse...

Georgia,
Mudar de hábitos alimentares não é coisa fácil, mas achei (pela sua resenha) que esse livro pode ser útil.
Muito legal o autor vir comentar e também concordar com você!
Tinha enxaqueca, mensal, qual um relóginho... Era hormonal, pois na gravidez dos meus dois filhos, fiquei os 9 meses sem nenhuma enxaqueca. E agora (menopausa) me livrei dela!
Beijos.

Dalva disse...

Certamente uma dica super interessante! Uma alimentação balanceada pode resolver quase todos os nossos problemas de saúde. Não sabia quanto a enxaqueca, mas acredito piamente nisto!

vivifreitas3 disse...

Gente eu li os dois livros á 6 meses e me ajudaram imensamente a curar a enxaqueca e uma depressão que eu tinha desde criança,só que antes eu acompanhava os sites do Dr Alexandre e de sua esposa a Pat,e lá tem mtas fotos dos pratos que ela faz,então se vc ler os livros e acompanhar os sites as fotos realmente não fazem faltas nenhuma...

Sonikas disse...

Olá.
Chamo-me Sónia, sou Portuguesa e sofro de enxaquecas desde os meus 6anos.
Após ter consultado este blog, surgiu a ideia de trocar experiência, uma vez que aqui, em Portugal, só existe o livro "Enxaqueca-Finalmente uma saída".
Como não consigo mandar vir o livro do Brasil, adorava trocar ideias e dicas com alguém que sofresse ou não do mesmo "mal". Obrigada pela atenção dispensada. Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...