sábado, 28 de novembro de 2009

O SILÊNCIO DOS AMANTES - Concorda com a Nicole?

O silencio dos amantes –Lya Luft
159 páginas – Editora –Record
Gênero - Crônicas

Por que leu este livro?
Uma amiga me deu de presente de aniversário.

O livro é sobre...
É um livro com muitos casos, crônicas, porque esse é o estilo da autora, mas devo confessar que achei o livro deprimente. É um livro profundo, para de cabeça boa. Alguém que tenha tendência a depressão, não deverá lê-lo.
É meio assim Stephen King, só que mais leve. Todas as histórias são casos de suicídio ou uma fatalidade trágica que levou sempre alguém à morte ou a uma transformação física.

O que achou mais interessante?
A autora colocou nas linhas do livro o silêncio entre as pessoas que se amam, a falta de comunicação entre elas, o desejo da busca de um sentido da vida.
Mas, quand li a primeira história, achei que a partir dali ela iria desenvolver o romance ou a crônica, pois a primeira crônica foi narrada com tanta força que mesmo o rapaz se suicidando, (já a primeira crônica começa com um suicídio), a gente pensa: ok, agora vamos ver como a família sobreviveu a tudo isso e, talvez, possamos achar um caminho para ajudar as famílias que já passaram por isso. Mas não, ela entra sempre com uma nova crônica no gênero.

Ponto fraco?
Faltou uma mensagem positiva. Uma pessoa mais sensível com a vida pode ter idéias malucas na cabeça. Sei que muitos dos casos que ela conta aconteceram de verdade na vida de alguém, mas o livro é todo assim.

É tudo muito negro. Todos os personagens, do começo ao fim, acontece sempre algo desastroso.

Para quem indica?
Não indico para ninguém.
Nota?
Não vou dar nota porque não gostei do livro.

Nicole Maria




14 comentários:

Tempestade disse...

Eu comprei o livro assim que foi lançado.
Gostei da forma que a Lya colocou as consequências que o silêncio entre as pessoas pode causar.
Penso que através das crônicas é possível repensar a vida e nossas atitudes cotidianas.
Quantas vezes presenciamos alguém que diz quando um ente querido morre, "Deveria ter dito que o amava." Mas aí já é tarde mais!
Eu recomendo a leitura sim.
Beijos Tempestuosos!

Mi Müller disse...

Báh como a leitura é subjetiva não?! Eu adorei este livro, é muito introspectivo e reflexivo!
estrelinhas coloridas...

Sonica disse...

Gosto muito da Lya e de suas crônicas, sempre me faz sentido, e neste livro senti tristeza sim, mas penso que em alguns momesntos, é importante passar por este sentimento e poder repensar a vida.
Recomendo.

Babizinha disse...

Foi como a Mi Müller disse: é um livro "introspectivo e reflexivo". Se não possui sensibilidade para lê-lo não entenderá as entrelinhas.

Bia Mendonça disse...

Me interessei pelo livro, mas acho que sou uma das pessoas que vc indicou para não lê-lo! Não tenho tedência a depressão, mas eu me impressiono fácil e sou sensível! bjs

A cor da Imaginação disse...

Esse livro tava na lista pra eu comprar, e vou comprar, pois a diversidade de gostos e enormes.Tanto livro que já me disseram ser bom e no fundo era um porcaria, quero ter minha própria opinião sobre esse.Mas gostei da honestidade de Nicole, apenas não concordo com alguns termo que ela usou na sua redação para falar do livro.

Vanessa disse...

Nicole , estou com este livro na pilha dos que precisam ser lidos, olhando pra mim... Bela dica.

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Não fiquei com vontade de ler depois das dicas... Memso assim vou dar uma olhada, quem sabe tenho outra opinião.

Beijos

Giane disse...

A coragem de expressar sem meias palavras a opinião sobre o livro.
Não sei se vou lê-lo, mas gostei do modo honesto como a Nicole se expressou a respeito dele.

Beijos mil!!!

Thitah disse...

É complicado falar de Lya Luft sem conhecer o estilo da autora.Apesar de PERDAS E GANHOS, que tem um tom mais confessional,autobiografico até, o estilo de Lya Luft é sombrio, triste, trágico, depressivo, pois ela vai fundo no q a vida e o ser humano têm de pior, sem a intençao de passar mensagem positiva. Lya Luft faz literatura, e das boas, e não auto-ajuda,embora nos faça repensar mta coisa sobre as nossas proprias vidas. Pra quem gosta de mergulahr fundo na alma humana, ao invés de boiar na superficie de uma literatura "pronta", à la Paulo Coelho, eu recomendo todas as obras de Lya Luft.

Georgia disse...

Gostei muito da coragem da Nicole em expressar sinceramente sobre uma autora que já é um ídolo na literatura brasileira.
Gostei que a resenha da Nicole nao foi água com acucar simplesmente para nos enviar uma resenha. Ela realmente elaborou a resenha meticulosamente, super bem feita e com uma opiniao forte falando de uma autora também muito forte.

Eu também vejo as obras da Lia Luft como a Nicole a viu. Eu tenho 3 livros da autora e sua escrita é sombria demais e chega mesmo a ser depressiva. Só tenho nessse caso que assinar embaixo da opiniao da Nicole. Nem sempre quando se lê um livro se quer ficar para baixo, penso que quem lê um livro, ele tem muitos poderes e nao precisa ser o de me deprimir.

Parabéns Nicole pela resenha sincera, pautada, muitas vezes estamos lendo resenhas de que o livro é ótimo, como se tudo fosse muito bom para ser lido e quando o lemos ai pensamos: ai que eu gastei minha graninha num livro água com acucar...

Valeu!

Abracos

Osinete disse...

Amo a Lya.A resenha da Nicole aguçou a minha curiosidade,mesmo preferindo os romances vou comprar "O Silêncio.
Bjs

Lia disse...

Esse foi o livro da Lya Luft que menos gostei

André disse...

Querida Nicole:

Li o livro de Lya Luft e gostei de todas as crônicas, mas de modo especial dessa primeira, intitulada "A Pedra da Bruxa". Não sei se a entendi bem, mas penso que não se presencia um suicídio; o que a crônica sugere é um desaparecimento; o rapaz vai para a Pedra da Bruxa, e de lá nunca mais é visto. A narrativa, portanto, dá lugar há muitas interpretações; para mim, ela tem um significado especial, já que a li uma semana antes de minha primeira viagem a São Thomé das Letras, onde uma das grandes atrações é justamente a "Pedra da Bruxa".
No mais, destaco a sensibilidade da leitora "Tempestade", que colocou o livro como leitura recomendável.
Beijos!
André.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...